O deputado federal Delegado Antonio Furtado esteve, na tarde de ontem (13/01), com o secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves, para conversar sobre a liberação da verba de R$700 mil destinada as ações de prevenção à dependência química e que será repassada à Secretaria de Dependência Química para o lançamento do programa “Caravana da Prevenção”.

– Meus 10 anos como delegado de polícia provaram que a droga é má conselheira e empurra para o mundo do crime centenas de milhares de jovens que, muitas vezes, não conseguem sair dessa vida. Entendo, como deputado federal, que investir em políticas de prevenção às drogas é uma forma, não apenas, de proteger os jovens e suas famílias, mas de evitar o encarceramento em massa dessa juventude que muitas vezes vai engrossar o exército do crime organizado – explicou o parlamentar.

O “Caravana da Prevenção” vai, inicialmente, percorrer 43 municípios do Estado com a finalidade de preparar e qualificar, especialmente, professores da rede pública e transformá-los em multiplicadores para evitar que adolescentes e jovens ingressem nas drogas e no submundo. Serão oferecidos ciclos de palestras com especialistas e cartilhas informativas. Os pais dos alunos também serão contemplados com os atendimentos.

– Esse é um trabalho muito importante para evitar que haja a proliferação do consumo ilegal e abusivo de drogas licitas e ilícitas. É vital preparar os professores da rede pública para poder fazer frente a esse desafio de impedir que os alunos se envolvam com entorpecentes. Assim evitamos que o consumo de drogas afete o rendimento na aprendizagem e até a evasão escolar – acrescentou o deputado.

O trabalho de combate às drogas está passando por ajustes finais para que seja iniciado tão logo a pandemia esteja controlada e as aulas presenciais sejam retomadas.

– Entendo que essa caravana será muito importante para ajudar a combater o consumo de drogas no Estado, ainda mais que, agora, todos nós acreditamos que a pandemia estará controlada até a metade do ano. Estamos nos preparando para começar assim que as aulas presenciais reiniciarem – declarou o Secretário de Saúde  Carlos Alberto Chaves.