Prefeitura renegocia dívida com a Caixa Econômica Federal; Samuca Silva afirma que diálogo foi fundamental

O contrato da renegociação da dívida da Cohab (Companhia de Habitação de Volta Redonda) com a Caixa Econômica Federal foi assinado pelo prefeito Samuca Silva e representantes do banco federal. A assinatura aconteceu na tarde desta quinta-feira, dia 26, no Palácio 17 de Julho. A dívida total da Companhia chegava a R$ 222 milhões. Dos quais, R$ 100 milhões serão divididos em 235 parcelas, com autorização da lei municipal, e R$ 95 milhões serão quitados com crédito que a Cohab tem com FGVS (Fundo Garantidor de Variações Salariais), do Governo Federal. A Caixa, por sua vez, deu um desconto de R$ 27 milhões.

Samuca Silva destacou que o diálogo foi fundamental para renegociar uma dívida histórica, que chega a ter mais de 20 anos. “Lamento que a cidade de Volta Redonda tenha chegado a esse ponto de dívida. Mas, com diálogo, chegamos num denominador comum. Essa gestão assumiu a dívida e fiz questão de renegociar com o banco. Agradeço o empenho da equipe da Caixa e da Cohab. Agradeço também aos vereadores que aprovaram a lei que autorizou a negociação”, frisou.