A Prefeitura de Volta Redonda recebeu na manhã desta terça-feira, dia 11, os aprovados no concurso público para Guarda Municipal (GMVR) convocados no último dia 05. Eles se reuniram no auditório do Saae-VR e foram orientados pelas funcionárias do Departamento de Gestão de Pessoas, Isabela Motta de Brito e Marcela Gomes, a procurar a Junta Médica e fazer os exames solicitados.

O prefeito Samuca Silva afirmou que após a avaliação da saúde e apresentação dos documentos, os candidatos estarão aptos para ingressar na corporação. “Com essa convocação, garantimos os direitos dos aprovados no concurso realizado em 2018 e atendemos à necessidade da nossa Guarda Municipal que precisava aumentar o efetivo”, disse.

O subcomandante da Guarda, Rodrigo Muller, também tirou dúvidas dos futuros colegas de corporação e afirmou que os novos agentes vão colaborar para melhora no atendimento à população. “O acréscimo de quase 50 guardas no nosso efetivo será fundamental para ampliarmos nossas ações”, falou, lembrando que a Guarda Municipal passará a contar com 220 agentes.

Ele acrescentou que, após a posse, marcada para o dia 09 de março, o treinamento começa imediatamente. “Os novos guardas passam por 90 dias de instruções, teóricas e práticas, ministradas pelos colegas da Guarda Municipal de Volta Redonda e profissionais convidados de outras corporações como a Polícia Civil, a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal”, explicou Muller.

Luíza Fontanini é advogada e optou por prestar concurso para as forças policiais. Moradora de Volta Redonda há dois anos para acompanhar o marido, que atua como servidor público federal, ela está ansiosa para assumir a função como guarda no município. “A prova foi realizada há dois anos, mas valeu a pena esperar e poder trabalhar perto de casa”, disse.

Allan Paneto tem história parecida com a da futura colega de corporação. Ele é bacharel em direito e também tinha o desejo de trabalhar na segurança pública. “Trabalhava no comércio, mas batalhei por essa vaga. O concurso público me garante estabilidade e é muito bom não precisar sair da minha cidade para conquistar essa segurança”, falou.

foto de Evandro Freitas