O Departamento de Imunização da Secretaria de Saúde de Barra Mansa contabilizou na manhã desta segunda-feira, 17, o número de vacinas aplicadas durante o Dia D contra o Sarampo (Campanha Nacional), ocorrido no último sábado, dia 15. Ao todo foram administradas 1.906 doses da tríplice viral, que protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola.

O Secretário de Saúde, Sérgio Gomes, detalhou a aplicação das doses por faixa etária. “Muitas pessoas compareceram as unidades de saúde para avaliação da caderneta vacinal e verificar se precisavam da dose. Assim, tivemos o comparecimento de 5.469 para 1.906 doses administradas. Recebemos 186 crianças de seis a 11 meses de idade e aplicamos 60 doses da vacina. Houve o comparecimento de 2.801 pessoas com idade entre um e 29 anos, com a vacinação de 408 delas. Registramos 2.482 pessoas com idade entre 30 e 59 anos e deste total, imunizamos 1.438”, explicou.

O Dia D de vacinação contra o Sarampo teve como público alvo crianças, jovens e adultos na faixa etária de seis meses a 59 anos. Mas, a campanha segue até o dia 13 de março. A meta de Barra Mansa é imunizar 95% desse público.

Vale ressaltar que pessoas com suspeita de sarampo, imunocomprometidas, gestantes e crianças com menos de seis meses de idade não devem tomar a vacina. Alérgicos a proteína do leite e a proteína do ovo devem informar essa condição para que recebam conduta específica. Para receber a dose da vacina é necessária a apresentação da carteira vacinal.

O Brasil registrou, nos últimos 90 dias, 6.192 casos confirmados de sarampo, o que corresponde o aumento de 15% em relação ao período de monitoramento anterior, segundo dados do Ministério da Saúde. Em Barra Mansa, há mais de 10 anos não há registros confirmados da doença.

 

 

Resende imunizou mais de 1,6 mil pessoas

A segunda edição do ‘Dia D’ de vacinação contra o Sarampo foi considerado com saldo positivo pelas autoridades de saúde pública do município. Ao todo, 1.613 pessoas foram imunizadas no sábado, dia 15, quando todas as unidades básicas da rede municipal ficaram abertas de 8h às 17h para oferecer a vacina contra o sarampo. Outras 1347 doses de vacinas previstas pelo SUS (Sistema Único de Saúde) contra outras doenças também foram aplicadas ao longo do dia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a abertura dos postos no sábado busca atender as pessoas que não conseguem ir até as unidades durante a semana. Com a confirmação do primeiro caso na região em 2020 (uma pessoa de Barra do Piraí foi infectada) e também da primeira morte pela doença no estado neste ano (um bebê de oito meses morador de Nova Iguaçu), a procura pela vacina aumentou. Outro dado positivo é que a maior incidência de procura se deu entre pessoas com idade entre 30 e 59 anos. Justamente o público alvo que se mostrava mais resistente a comparecer aos postos. Esta faixa etária representou quase 75% dos vacinados.

Desde o início do ano, a Prefeitura de Resende vem tomando uma série de medidas e iniciativas para reforçar a barreira contra o sarampo. Foram duas edições do “Dia D” aos sábados e outras duas de postos abertos em horários estendidos nas quartas-feiras, de 17h às 21h. Novas mobilizações serão planejadas para que o máximo de pessoas sejam imunizadas.