Nesta tarde de sábado (21), o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, confirmou em redes sociais os dois primeiros casos de Coronavírus em Volta Redonda. Na transmissão (Live) ele estava ao lado do secretário de sáude, Alfredo Peixoto e de uma intérprete de libras.

Com o anúncio, Samuca aproveitou para anunciar medidas que restringirão ainda mais a circulação de pessoas na cidade. Segundo Samuca, a Feira Livre, que funcionou somente com gêneros alimentícios neste sábado, está totalmente proibida. Restaurantes e bares, que antes estavam funcionando com redução de 30% de sua capacidade, agora só poderão atender com entregas em domicílio. Quanto às manifestações religiosas, Samuca afirmou que cultos e missas estão proibidos. 

Já com relação ao transporte público, o prefeito informou que os ônibus deverão circular somente com passageiros sentados e mantendo uma distância mínima de dois metros entre cada pessoa.

Outra mudança anunciada foi com relação aos postos de combustível e farmácia, que terão seu horário restringido até às 20 horas, a partir de terça-feira (24). Além disso, os estabelecimentos comerciais com permissão de funcionamento deverão atender até dois clientes por caixa em funcionamento, por vez.

Segundo dados fornecidos pelo portal oficial da prefeitura criado especificamente para acompanhamento do Coronavírus, até o momento são 2 casos confirmados, 99 suspeitos e 25 descartados (última atualização às 15h20 de 21/03/2020).

 

 

 Confira abaixo o pronunciamento de Samuca Silva na íntegra: